top of page

Butão minera Bitcoin desde 2019

Butão, o país da Felicidade, minera Bitcoin desde abril de 2019, adquirindo suas primeiras moedas quando o ativo ainda valia US$ 5.000.

Monge de Butão segundo um Bitcoin nas montanhas no pais
Butão Minera Bitcoin

Butão, um reino localizados nos Himalaias. Notável por sua beleza natural deslumbrante, pela abordagem única em relação ao desenvolvimento sustentável. Entre os destaques do reino, está a gestão dos seus recursos hidrícos e por ser o um dos lugares mais felizes do mundo.


Butão é frequentemente chamado de "A Reserva de Água da Ásia", devido a abundância de rios e glaciares que alimentam os grandes rios da região, sendo o rio Manas e o rio Wang Chhu os principais. Butão tem adotado uma abordagem inovadora ao integrar a preservação ambiental e o desenvolvimento hidrelétrico. A produção de energia hidrelétrica é uma fonte significativa de receita para o país. A geração de energia hidrelétrica é responsável por 30% do PIB do país e abastece praticamente quase todas as casas dos 800 mil habitantes.


A sua capacidade de geração energética é tão grande que o Butão exporta cerca de 75,5% da eletricidade gerada no país para a Índia, o que representa cerca de 117.715,31 Gigawatts-hora (GWh) da geração total de energia de 155.925,81 GWh, de acordo com o relatório de 2022 de Experiências de riqueza no comércio transfronteiriço de eletricidade do Butão.


Além disso, o Butão é conhecido por seu conceito único de Felicidade Interna Bruta (FIB), que valoriza a qualidade de vida, a sustentabilidade e o bem-estar espiritual sobre simples métricas econômicas.


Essa abordagem peculiar faz do Butão um país fascinante e inspirador por si só, mas também por estar usando o seu potencial hídrico para minerar Bitcoin através da Druk Holding and Investment (DHI), uma empresa estatal do Reino de Butão, estabelecida para promover o desenvolvimento econômico sustentável no país, gerenciar investimentos e participações do governo em diversas empresas e setores.


As atividades do DHI abrangem uma variedade de setores, incluindo energia, manufatura, mineração, serviços financeiros, turismo e infraestrutura. A empresa desempenha um papel fundamental na implementação da política econômica do governo e na diversificação da economia butanesa.


O potencial de Butão para Mineração


Devido ao seu potencial hídrico, o preço da eletricidade em Butão é de $ 0.015 por kWh para casas e $0.020 para empresas. Com esse preço, Butão está entre os 10 melhores países do mundo para se minerar Bitcoin.


TOP 10 melhores paises para Minerar Bitcoin (BTC a $30,000.08 em julho de 2023)


1° Lebanon: $266

2° Irã: $532

3° Siria: $1330

4° Etiópia: $ 1596

5° Sudão : $2128

6° Libia $2660

7° Quirguistão: $2660

8° Angola: $3724

9° Zimbábue: $3990

10° Butão: $4256 Butão também é um país com um clima ameno, tornando a atividade de mineração ainda mais propícia para a região. A proximidade com Butão com os centros de distribuição de ASIC também coloca o reino em uma posição estratégica para adquirir as ASICs da Bitmain.


Energia barata e subvalorizada tornam o Reino ideal para a atividade de mineração. Aproveitando esse potencial, a DHI entrou na mineração em abril de 2019, minerando tanto Bitcoin (BTC) quanto Ethereum (ETH). Há mais de cinco décadas Butão tem buscado sua independência e autossuficiência econômica, buscando desenvolver diversas industrias, sem grande sucesso. Entretanto, as mesmas características que torna Butão um reino interessante, dificulta o desenvolvimento de outros setores.


Áreas montanhosas, pequena dimensão e a pequena população do Reino, torna difícil o desenvolvimento de industrias mais competitivas e causa o êxodo da juventude Butanesa para outros países. Além disso, Butão esteve fechado para estrangeiros até 1974, voltou a fechar suas fronteiras por quase dois anos para abrigar sua população de 800 mil pessoas da Covid-19. O país registrou apenas 21 mortes por Covid-19 até o momento, mas a pandemia devastou sua indústria do turismo, que é essencial para a economia.



“Nosso portfólio contém investimentos em uma variedade de classes de ativos. Isto inclui ações globais, rendimento fixo e investimentos de capital de risco em startups promissoras; imóveis nacionais e internacionais; energia renovável, incluindo geração de energia hidrelétrica; tecnologia da saúde, biotecnologia, ciências da vida e tecnologia agrícola; e mineração e investimento de ativos digitais”, disse um comunicado da DHI.


Butão e Bitdeer


O Butão está em negociações com a mineradora Bitdeer, fundada pelo ex-bilionário chinês Wu Jihan. Em maio de 2023, a Bitdeer revelou que estava em negociações para garantir o acesso a 100 megawatts (MW) de energia para um datacenter de mineração de bitcoin no Butão, com início previsto para este trimestre. A parceria com o reino aumentaria em 12% a capacidade de mineração da Bitdeer, somando-se a seus centros em Washington, Texas e na Noruega.


A Bitdeer com sede em Cingapura – é uma das maiores mineradoras de bitcoin do mundo – listou suas ações na Nasdaq no início deste mês por meio de uma fusão de US$ 1,1 bilhão (R$ 5,5 bilhões) com uma empresa de pagamentos.


Em agosto de 2023, novas informações vieram a tona, afirmando que o Butão estava minerando 220 Bitcoins por mês com 11 mil ASICs instalados pela Bitdeer, equivalentes a cerca de 6,2 EH/s de poder de processamento. Com a nova informação, a Bitdeer anunciou que seu objetivo é atingir um hashrate total de 20,6 EH/s e expandir a operação para 215.000 equipamentos de mineração de Bitcoin.


A empresa destacou ainda que sua operação no país está em pleno crescimento e que, de maio a junho os resultados de mineração cresceram 41%.

“Com a conclusão de nosso Gedu Data Center no Butão e os testes de inicialização em andamento, fizemos um progresso significativo na consolidação de nosso crescimento futuro. Atualmente, já temos cerca de 11.000 mineradores operando de forma estável, o que nos enche de orgulho e entusiasmo”, disse Linghui Kong, CEO da Bitdeer.

A importação de Chips de Butão


A quantidade de chips que o Butão importou também disparou nos últimos anos. Segundo dados da alfândega coletados pela Forbes. O comércio interno do país sem litoral é normalmente dominado por gasolina, aço e arroz. Mas milhões de dólares em “unidades de processamento” ou chips de computador chegaram ao topo de suas importações em 2021 e 2022.


No ano passado, cerca de US$ 142 milhões (R$ 710 milhões) em chips de computador foram importados pelo Butão, respondendo por cerca de um décimo do total de US$ 1,4 bilhão (R$ 7 bilhões) do comércio interno do reino, ou cerca de 15% do orçamento anual de US$ 930 milhões (R$ 4,65 bilhões) do governo.


O país também importou US$ 51 milhões (R$ 255 milhões) em chips em 2021. Em comparação, as autoridades alfandegárias do Butão registraram que apenas US$ 1,1 milhão (R$ 5,5 milhões) desses chips foram importados em 2020.


Comments


''Todos os modelos estão errados, mas alguns são úteis".
George Box
bottom of page