O Grande Short e os caçadores de alfa: o trader que apostou US$ 10 milhões contra a LUNA e shortou o

Não importa quão feio esteja a situação geral do mercado, sempre haverá oportunidades. Marés ruins fazem bons marinheiros e piratas ricos.


Short: estratégia onde o investidor deseja lucrar com a queda do preço de um determinado ativo

Um caso clássico de Big Short é do gestor Michael Burry, que enriqueceu ao shortar a crise do subprime de 2008 e lucrou quase 1 bilhão de dólares. A versão cripto dessa história é do trader @GiganticRebirth (ou GCR - um acrônimo para Gigantic-Cassocked-Rebirth) e de sua equipe de caçadores de alfa.


Mas o GiganticRebirth é uma dessas figuras que só o mercado cripto pode ter: um trader anônimo e sarcástico que se preocupa com os pangolins (um mamífero escamoso, que é atualmente o animal mais traficado do mundo devido às propriedades medicinais e suas escamas) batendo todos os mercados ao se posicionar como um degen com grande convicção de sua perspectiva: shortar memes, metaversos e apostar milhões contra a Luna (com o criador do projeto).


Em novembro de 2021, GCR publicou um twitter sobre sua desconfiança na confiança da alta do mercado, (que já durava 20 meses) e alertando que pessoas deveriam garantir a liberdade que haviam ganhado.


Eis que apostando na sua desconfiança e com um bom skin in the game, o GCR começou a preparar vendas a descoberto e apostas contra ''shitcoins'' supervalorizadas.



Entre os shorts do GCR, estava uma aposta de US$ 10 milhões contra a LUNA. Na época, GCR desafiou Do Kwon, CEO da Terraform Labs, criadora do LUNA, dizendo que a LUNA estaria sendo negociada abaixo de US$ 88 em março de 2023. Kwon aceitou a aposta e transferiu US$ 10 milhões em stablecoins para serem mantidas em custódia até o resultado da aposta. Não feliz com o tamanho da posição, o GCR tentou aumentar sua aposta, como Kwon não respondeu, ele apostou seu grande short na FTX.

E o melhor degenerado venceu, mas o crash veio antes do esperado. Em 2020, a LUNA começou a ganhar mercado, chegando a $100 em pouco mais de um ano de história. Mas assim como ela subiu rápido, a crise do seu de-pegg fez token perder 100% do valor, saindo do TOP de capitalização para a deslistagem.

Mas a história de shorts e acertos no mercado de previsões do GCR é ampla. Tão ampla que ele constantemente aparece no TOP 100 traders da FTX, que classifica as contas de negociação mais lucrativas da corretora.

GCR começou sua ''carreira de trader'' negociando no PredictIt resultados de eleições políticas, o que se estende aos tweets prevendo a aposentadoria do juiz da Suprema Corte Stephen Breyer e a derrota da candidata presidencial francesa Valérie Pécresse.

Mas sua fama no mercado cripto começou a ganhar força em novembro, quando após 12 dias da ATH do Bitcoin, o trader twittou sua previsão sobre o fim do ciclo de alta do mercado cripto, dizendo que o mercado iria sangrar e então ele começou seu ciclo de venda a descoberta, focando particularmente em criptomoedas da rede Solana, memes, metaverso, tokens sem infraestrutura e altcoins cuja maior parte do supply seria emitido nos primeiros 3 e 6 meses de 2022.

Desde outubro de 2021, o GCR começou a convocar usuários a achar informações realmente relevantes para embasar suas posições e conversar sobre informações conflitantes, criando o RebirthDAO, uma organização autônoma descentralizada criada para funcionar como um fundo de hedge descentralizado, para descentralizar a busca pelo alpha. O acesso ao RebirthDao é exclusivo. Para um membro ser admitido, ele precisa compartilhar algumas de suas estratégias e provar a qualidade de seu alpha.




A premissas do RebirthDAO: cronogramas de desbloqueio

Além do short geral do mercado, uma das estratégias adotada pelo RebirthDAO são os shorts baseados no cronograma de desbloqueio dos tokens. Como praticamente todo o mercado funciona de forma semelhante, com tokens levantando dinheiro através da venda privada dos tokens, muitos investidores iniciais viram seus tokens subir dos centavos aos dólares, mas eles estavam bloqueados. Quando o cronograma de desbloqueio é atingido, eles vendem, abrindo a possibilidade de um bom short. Ou seja, uma das premissas é que qualquer desbloqueio - horários predeterminados em que os tokens bloqueados são considerados disponíveis para negociação - resultará em preços deprimentes.

Para atingir o momento correto, os membros da RebirthDAO conversaram com as equipes dos tokens, buscaram informações divergentes entre CoinGecko ou CoinMarketCap e fizeram analises on-chain das carteiras de tesouraria de projetos, de provedores de liquidez e carteiras das equipes dos projetos.

Entre as moedas shortadas, estão:

SERUM, STEP (não o StepN), SOLENS, OXY, FIDA, GALA, IOTX, SAND, ENS, GTC, LPT e o AXS. No gráfico abaixo, o desempenho delas em relação ao Bitcoin (em -60% da ATH)


​Através de análises on-chain, da busca de informações precisas e da coragem de se posicionar contra o mercado, o GCR mostra pra todos, como é possível lucrar em qualquer cenário. Mas é preciso estar atento aos sinais e com skin in the game.


''Todos os modelos estão errados, mas alguns são úteis".
George Box