Star Atlas: o jogo mais ambicioso do mercado cripto


‘’A missão deveria ser fácil. Você entra, pega e sai correndo. Mas seu contato no Marketplace das Galáxias insistiu em uma rota de voo além da Zona de Segurança. Mas o risco valeria a pena, você pensou. Você usou metade do seu ATLAS como pagamento adiantado para comprar munições e combustível, mas você precisa do resto para uma nova blindagem para sua nave. Os reparos após o último tiroteio estão segurando seu casco, mas sua nave precisa de uma revisão.


Agora, piratas alienígenas da ONI estão atrás de você, e nenhum amigo de sua facção - MUD, a aliança da humanidade - está ao seu alcance para oferecer ajuda. Depende de você e sua tripulação lidar com o ONI ou decolar em velocidade máxima para despistá-los.


As naves dos ONI a sua frente são mais leves do que as seus, mas são mais numerosas também- três para um. Um tem marcas únicas que você reconhece - gravuras grossas pintadas de vermelho, como novas cicatrizes, sangrando. Você já ouviu as histórias sobre uma tripulação de saqueadores da ONI que nunca perdeu sua recompensa. Talvez sejam eles. Será você o próximo dos capitães bêbados da Estação Central a não voltar para casa?


Seu artilheiro dispara dois tiros. Um acerta, o outro volta, mas erra novamente. Seu piloto dá um soco nele. Talvez, com um pouco de habilidade e sorte, você consiga chegar em casa. Um novo alerta soa - uma nave USTUR vindo em sua direção. Os gentis andróides receberam forma e pensamento de inteligência artificial multigeracional e geralmente são amigáveis, mas não há como dizer o que eles procuram nesta fronteira do espaço profundo. Eles saúdam o seu navio ……’’

-A Day in the Life of a MUD Faction Captain


O que acontece a seguir?


Bem vindo ao Star Atlas


Star Atlas é um jogo play-to-earn de exploração espacial e trans-humanista construído na blockchain da Solana que se descreve como ''um metaverso de jogo virtual que emerge da confluência de blockchain de última geração, gráficos em tempo real, videogame multiplayer e tecnologias financeiras descentralizadas, onde usuários vão poder experimentar gráficos realistas conforme explora e conquista territórios''.


O jogo é um RPG multiplayer online (MMORPG) que se passa em 2620, onde três facções - MUD (humanos), ONI (alienígenas) e USTER (andróides) - negociam e lutam entre si pela posse dos recursos da galáxia, pela dominação territorial e pela dominação política. À medida que eles exploram a galáxia, batalham e acumulam recursos nesse conflito intergaláctico, ganham recompensas.


Ao apostar em uma qualidade gráfica superior aos jogos blockchain estabelecidos, o Star Atlas tem o potencial de atrair jogadores profissionais de todo o mundo, elevando o potencial do play-to-earn para um novo nível, onde jogos e finanças descentralizadas (DeFi) se unem de forma tão intrínseca e robusta, que a indústria dos games nunca mais será a mesma.


Os criadores do jogo buscam permitir a transcendência do valor gerado no jogo em um ''loop de feedback soberano no metaverso'' em que a monetização do tempo e esforço gasto no universo transcende o metaverso para o mundo. O paradigma da propriedade auto-soberana e descentralizada garante que todas as propriedades do jogo sejam dos usuários e que sua monetização possa ser convertida em moedas fiduciárias sem atrito.


A ideia do Star Atlas é utilizar todo o potencial dos NFTs, DeFi e de uma experiência realista em um jogo para criação de um metaverso autossustentável, no qual pessoas em todo mundo poderão gerar renda através de processos colaborativos e de DAOS ( Organizações Autônomas Descentralizadas). Diferente de jogos como o Axie Infinity, cuja possibilidade de ganho é limitada a um tempo X, o Star Atlas deve recompensar os usuários pela sua capacidade de criar e articular boas estratégias no jogo, sem limite para o ganho potencial.


Não é uma fórmula simples de gastar x minutos e você recebe x dólares de volta, é realmente o quão capaz você é em formular uma estratégia para as entidades no jogo. Você pode configurar uma nave individual, configurar frotas de navio, maximizar a produção de sua terra. Há uma ampla variedade de formas de gerar renda que depende da dedicação e de quão informado se está sobre as funções econômicas
- Swagner, CEO do Star Atlas.

Uma questão interessante do Star Atlas, é que seus fundadores buscam criar um jogo tão sofisticado em tecnologia e arte, quanto em inclusão e acessibilidade. Por isso, apesar de alguns itens do jogo serem extremamente caros, com naves que chegam a US $29 mil, o jogo terá uma ampla variedade de naves, com diferentes tamanhos, níveis e raridade e componentes. Segundo o criador do jogo, algumas naves terão um preço base de $15, permitindo que qualquer interessado possa começar a explorar as possibilidade de novas galáxias. Atualmente, as naves mais baratas disponíveis são a Pearce X5 por US$ 135, a Opal Jetjet por $300 e a Opal Jet por $20.




Galactic Asset Offering


A Fimbul ECOS Greener sem dúvida alguma é a minha favorita: A Fimbul é um fornecedor de espaçonaves exóticas que atendem a uma necessidade que nenhum outro fabricante pode oferecer. Sua linha de naves ECOS detém o homônimo da facção ambientalista justa conhecida como Sociedade Ontológica Consciente da Terra. O Greenader é alimentado por subprodutos sustentáveis de colheitas agrícolas biodinâmicas.



Fimbul ECOS Greener


O jogo também aposta em uma visão imersiva em primeira pessoa que permite aos jogadores utilizar equipamentos de vôo, aceleradores, painéis de controle de botões multifuncionais, cabeçote hardware de rastreamento e, o mais importante, monitores tipo head-mounted de realidade virtual.


O enredo do Star Atlas


A galáxia é habitada por três facções (MUD, ONI e USTUR) - que apesar de terem um tratado de paz em escala galáctica, vivem em conflito, principalmente fora do alcance de suas Zonas de Segurança. As facções lutam entre si pela posse dos recursos das galáxias, pelo domínio territorial e pela dominação política do metaverso.

Atualmente, o leaderboard mostra que o território MUD conta com 5036 jogadores e é responsável por $ 10 milhões, enquanto o USTUR tem 4830 jogadores e $8 milhões e o ONI tem 5306 jogadores e $ 7 milhões em ativos.


Como cidadãos do metaverso Star Atlas, todos os jogadores são responsáveis por determinar quão longe será o alcance de sua facção, guilda e do universo como um todo. Cada interação com outros jogadores, inimigos ou aliados, cada gestão de recursos, transação comercial, conquista territorial ou construção de naves é essencial para determinar a supremacia ou o fracasso econômico de novas civilizações, tecnologia alienígena e diplomacia intergalática.


E é claro que as maiores recompensas estão onde encontra-se os maiores riscos. Deixar a segurança reforçada das Zonas de Segurança para um combate de riscos destrutivos, aumentará as chances de rendimentos e prestígio faccional. Mas é necessário estar preparado. É preciso se organizar, conhecer as camadas de proteção, os grupos mercenários, e se aliar para desenterrar riquezas, conseguir tripulação, operar naves únicas fabricadas por artesãos digitais, saquear inimigos e lidar com o desconhecido.


Todas as estrelas visíveis no Star Atlas são reais e podem ser visitadas, mas exigem abastecimento adequado para alcançá-las. A zona distante final de Star Atlas é uma fronteira selvagem onde o combate total e a destruição de ativos são eventos permanentes.

O domínio econômico e a jogabilidade estão ligadas às moedas nativas do jogo, a $ATLAS e a $POLIS. A ATLAS, a moeda do jogo, oferece os meios para adquirir espaçonaves, estações espaciais, equipamentos e terras. A POLIS é o token de governança que garante o direito dos holders de exercer influência política em todo o cosmos e moldar o futuro do mundo no Star Atlas juntos aos criadores do jogo.


Conecte-se à blockchain Solana, defina o seu estilo de jogo, escolha sua facção, alinhe-se a sua dinâmica e ajude-a a explorar novos ativos celestiais e terrestres.


A economia do Jogo


Os jogadores podem tripular espaçonaves para escanear e descobrir ativos celestiais e terrestres que poderão ser reivindicados, extraídos, refinados e negociados por meio de uma rede de instalações de mineração, refinarias e do Marketplace Universal.


O jogo conta com uma economia que será dirigida por uma ampla gama de funções, com oportunidades e níveis de recompensa econômica únicos. Uma das funções pilares da economia do Star Atlas é a mineração das matérias primas. A atividade é responsável por iniciar os fluxos de receita e recursos que serão usados por outros usuários para que eles possam realizar trabalhos e gerar valor para a economia do jogo e sua facção.


Do comércio dessas matérias brutas à negociação de naves sofisticadas, há uma ampla gama de carreiras disponíveis. E cada uma delas requer um investimento, requisitos, custo de manutenção, rendimentos e vantagens únicas. Além disso, a especialização nas atividades garante maiores recompensas. A produtividade de um minerador, por exemplo, progride com base na habilidade e essa progressão garante maior velocidade na coleta de recursos e descontos na criação e manutenção dos territórios.


Se você deseja ser um minerador, precisará ser proprietário ou alugar um terreno, precisará dos equipamentos de mineração, fazer manutenção das máquinas ao longo do tempo, etc. Se quiser ser um piloto de exploração, precisará ter a nave adequada ou então terá que oferecer os seus serviços a eventuais interessados.


Outras profissões incluem:


  • Refinadores: transformam a matéria-prima em recursos usáveis.

  • Gestores: garantem que os recursos sejam usados de forma eficiente, a fim de criar valor e utilidade.

  • Alquimistas: experimentadores responsáveis por criar e testar diferentes combinações de refinados e matérias-primas para a produção de novas tecnologias.

  • Construtores: responsáveis ​​pela produção e manutenção da tecnologia em escala.

  • Caçadores-coletores: uma das atividades mais complexas e aspiracionais no jogo, esses exploradores galáticos utilizam navios e tecnologia competitiva para aumentar a eficiência e segurança ao descobrir novos planetas e recursos raros que podem utilizados para obter vantagem competitiva adicional ou serem trocados por ATLAS.

  • Fabricantes / vendedores de convés de varejo: responsáveis pela produção e venda de componentes, módulos, tripulação, engrenagem, mod e stims.

  • Esportistas (ex. Corrida em naves): Certas atividades competitivas (mas não violentas) serão adicionadas para encorajar atividades de baixo risco e alto prazer em momentos de lazer.


Os membros da tripulação das naves também têm funções específicas, tais como: Capitão, Piloto, Engenheiro, Reparador, Scanner, Cientista, Artilheiro, Mercenário, Gerente de energia, Capataz de Hangar, Operador de salvamento, Comandante Militar, Contrabandista de carga e mais.


Os membros da tripulação também melhoram as características e estatísticas de cada nave, que também têm aptidões nativas para diferentes recursos de jogo. A tripulação também pode melhorar as funcionalidades específicas das naves através de treinamentos realizados na Universidade e combinar a tripulação incorretamente pode causar debuffs para o desempenho de um navio.



Star Atlas Twitter


Licenças

Para pilotar naves com duas ou mais estações de tripulações é necessário licenças especiais de Piloto ou Capitão. Entretanto, recentemente, anunciaram a obsolescência das licenças de NFTs que podiam ser compradas, devido ao imenso valor no mercado secundário, No futuro, as licenças poderão ser obtidas através de distribuidores on-game em missão do Star Atlas, serão intransferíveis e permanentemente vinculadas a uma conta (carteira).


Para recompensar os titulares de licenças existentes (obsoletas), todas as licenças de piloto foram substituídas por uma carta de tripulação de piloto legendary e todas as licenças de capitão por uma carta de tripulação de capitão anomaly.


Star Atlas Legendary Pilot Crew Card and Anomaly Captain Crew Card.


Macro-profissões


Uma outra forma de pensar sobre as profissões, é através de macro categorias de envolvimentos internos-externos ao jogo. O CEO do jogo destacou 3 ´´macro profissões´´:


  • Gamers com habilidade de comprar assets e usá-los no jogo, seja para benefício próprio ou executando funções para outros jogadores do metaverso .

Exemplo: o jogador pode se especializar em construir navios e listá-los para outros jogadores. Para construí-lo, é preciso minerar ou cultivar na terra componentes para a cadeia de abastecimento que serão usados como materiais para criação de NFTs no futuro.


Ubers galáticos, cuja função será pegar um player em um ponto A e levar até o ponto B.


  • Injetando capital no metaverso: empreendedores da galáxia com recursos mas sem tempo/intenção de jogar podem empregar pessoas para operar seus equipamentos e ganhar com o trabalho deles (axie scholarship model).


  • Consultores: pessoas especializadas em instruir outras pessoas como projetar uma nave, como construir uma frota de naves, como otimizar seus ganhos no jogo, como jogar.

Exemplo: onde ir se você quer construir um tipo particular de nave ou onde construir os tipos específicos de materiais necessários para construí-la.


Donos de Terra


Um conceito chave para a compreensão do sistema é a gestão territorial. O universo de Star Atlas consiste em regiões, sistemas solares e planetas. As terras dentro de Star Atlas terão diversos atributos e especificações, como tamanho, localização e delimitação.


Os donos das terras poderão construir extratores em suas terras para extrair recursos que podem ser usados para produção de itens ou construções, além de poderem ser livremente comercializados pelos jogadores. Além de ganhos, os donos das terras também poderão participar das votações (DAO) e propostas envolvendo a sua região, conferindo ao proprietário poder político sobre o futuro daquele lugar.



Zonas de perigo e a deflação do jogo


Um aspecto essencial de um jogo de batalha que envolve assets valioso é os diferentes níveis de riscos que cada usuário deve aceitar. No Star Atlas, há as zonas de engajamento em várias camadas que permite que os jogadores se envolvam em atividades mais arriscadas, com o fascínio de uma maior recompensas ou fiquem em segurança em determinadas áreas.


Os jogadores que entram nas zonas de risco colocam seus navios e tripulantes em perigo, sendo que a perda de um navio leva a uma destruição (queima) do referido NFT. O resultado dessa mecânica é uma deflação natural dos ativos existentes ao longo do tempo à medida que os jogadores buscam áreas perigosas para maiores recompensas.


Economics-paper Star Atlas



POLIS & ATLAS - Unidade de conta e governança

O jogo funciona através de dois tokens nativos, o ATLAS e o POLIS e uma série de NFTs que representam as naves e outros ativos do jogo.


ATLAS

ATLAS é a moeda nativa do jogo (in-game currency) que funciona como uma unidade de conta que será usada para adquirir ativos como navios e tribulação, pagar impostos, comprar terra, realizar o reparo de naves, comprar combustível, e que será distribuído como recompensas através de missões, explorações e da acumulação de recursos encontrados durante o jogo.


Como em qualquer economia, a gestão de recursos exigirá um equilíbrio cuidadoso entre as despesas operacionais do jogo e as recompensas adquiridas para maximização dos ganhos. Você deveria comprar combustível extra para alcançar uma estrela distante e descobrir riquezas ou equipar sua nave espacial para melhorar sua funcionalidade de combate?


A $ATLAS é um token de supply inflacionário, mas o stake do ATLAS permite recompensa em POLIS. Tanto o stake de POLIS quanto o stake de Atlas podem ser feito na Raydium ou na Solfarm. No futuro, também deve ser possível fazer o stake das naves para missões.


POLIS


POLIS é o token de governança multifuncional que representa o poder jurisdicional (proxy da influência política) do jogo e permite aos holders a participação direta nas decisões tanto in-game como externamente (em 2-3 anos), ao permitir que a comunidade do jogo influencie a tomada de decisões da equipe de desenvolvimento do Star Atlas (taxas de inflação, cronogramas de liberação de ativos, direção do jogo, novos itens etc).


A influência política in-game funciona como participação na estratégica da gestão do território e na navegação do espaço. Os titulares da POLIS possuem posições únicas de propriedade jurisdicional sobre regiões inteiras, independentemente de quem possui o título (NFT) para os direitos de terra e equipamento. Esses jogadores serão capaz de restringir algumas das atividades que podem ocorrer enquanto sob sua supervisão, impor impostos sobre outros jogadores, cobrar pedágios e, de outra forma, criar um conjunto separado de leis com as quais outros jogadores devem observar. No entanto, POLIS representa direitos de voto, não ditatorial propriedade. Nesse sentido, vários jogadores precisam colaborar para impor novas regras,multas, taxas, pedágios, etc. Corporações autônomas descentralizadas podem tirar proveito desta ferramenta


DAO, Decentralized Autonomous Corporations (DAC) e o Brazilian StarAtlas Alliance


Na busca pela otimização das recompensas e da exploração, os jogadores podem se juntar a guildas, combinar recursos e criar estratégias coletivamente para superar outros jogadores, criar cidades-espaço inteiras e administrar novas microeconomias.


Além de cada facção ter sua própria DAO, também existem DAOs regionais, que estão relacionados a sistemas solares ou planetas específicos. E há o que chamamos de Corporações Autônomas Descentralizadas (DAC), que são as guildas. As guildas permitem que grupos de jogadores gerenciem internamente sua própria governança, promovendo uma espécie de monitoramento da produtividade dos seus integrantes e também determinando o que fazer com os recursos acumulados no seu Tesouro.


A comunidade brasileira do Star Atlas formou o (Brazilian StarAtlas Alliance (BSA), uma guilda da facção MUD com um grupo do Discord que já conta com mais de 3.700 usuários. Os interessados podem registrar suas aquisições na planilha de compras coletivas demonstrando a intenção de se integrar na aliança e participar do time. Segundo comunicado de um dos fundadores da guilda brasileira:


O objetivo dessa Guilda é ganhar dinheiro e se divertir. Ouvi a maioria dos Townhalls do Ceo de Star Atlas, a união de pessoas gerará força para criação de dinheiro (Tokens Atlas, Polis e NFT's). Quando percebi o potencial econômico desse jogo tive uma epifania só comparável a que tive quando conheci o Bitcoin em 2016. Esse é um jogo colaborativo onde as guildas que forem realmente fortes ganharão muito dinheiro. Tendo isso em mente reuni um time de investidores que acreditam no potencial do Metaverso de Star Atlas. Somando ja temos mais de 600 mil Dólares para investir no GAO. - Daniel Duarte [ Discord BSA] .

O jogo hoje

Atualmente, os interessados no jogo podem criar seu perfil, escolher sua facção e iniciar suas negociações no marketplace, que já inclui a venda de naves, estruturas, acessos e colecionáveis (skins, posters, equipamentos da tripulação, pet). Interessante ressaltar que alguns equipamentos e itens estão sendo negociados a valores muito acima das próprias naves. O equipamento Replicatur Shawl, por exemplo, está custando $27 mil.


A próxima fase do Star Atlas é o lançamento de um mini jogo para browser em que os jogadores poderão explorar o espaço com suas espaçonaves e utilizá-las em algumas missões. Ao completá-las com sucesso, os usuários serão recompensados com Atlas ou outras bonificações. Mas ainda não serão voos de navegação. Em seguida, deve vir o desenvolvimento dos terrenos, com as atividades de mineração e agricultura.

 


Se você gostou do conteúdo, me paga um café dentro do jogo:

31t9TeD67soMmAbbb4w6118YXS1JyQ4HKFRccyf9ZNa6


''Todos os modelos estão errados, mas alguns são úteis".
George Box